9 de fev de 2014

MODA: Os melhores looks da New York Fashion Week (Outono/Inverno 2014-15) - Parte 1

Esta semana teve a New York Fashion Week, começando com as coleções masculinas e, em sequência, as femininas, para o outono/inverno 2014 e 2015 (sim, agora eles estão se adiantando bem, uma vez que os americanos ainda nem sequer entraram na primavera 2014).

Falando em estações, como podem ter notado, o blog andou meio parado nos últimos dias, mas eu explico: o calor IN-SU-POR-TÁ-VEL que estamos vivendo aqui no Brasil, com falta de chuva, tempo seco e temperaturas diárias oscilando entre 34 e 40º, praticamente aniquilou minhas forças e meu ânimo. Não sei se ocorre o mesmo com vocês, mas nesta época do ano, eu saio do trabalho sem vontade de fazer nada, exceto me jogar debaixo de um ventilador e não me mexer mais.

Chegamos a um ponto em que ventiladores não servem pra mais nada, o único jeito é comprar um ar condicionado para combater este calor todo, tal como os europeus e os norte-americanos fazem com o frio, por meio de sistemas mais radicais (coisa que pretendo resolver este ano, sem falta). Taí o motivo de eu não ter tido coragem de escrever e preparar postagens durante a semana.

Passados a justificativa e os meus motivos, vamos dar uma olhada nos melhores looks da NYFW (que aliás trouxe outros desfiles interessantes, como o da Lacoste, que veremos numa 2ª parte):


A N Hoolywood (fotos acima) se inspirou nos gângsters para sua mostra, com casacões, echarpes e até boinas, talvez nem tanto nos poderosos chefões em si, porém nos capangas (é a primeira coisa que me veio à mente quando vi os looks). É a coleção mais "máscula" da Semana, sem dúvida, e uma das melhores, com cores sóbrias, cortes retos, porém calças menos justas e paletós de 6 e 8 botões, extremamente vintage e elegante.

Já a Duckie Brown (fotos abaixo) foi na linha totalmente oposta: criou modelos mais andróginos, com toques femininos, ousou na mesclagem de cores sóbrias com cores fluorescentes, incluindo o pink e o sorbet, e calçou os rapazes com mocassins em estilo sapatilha.

Mais tecidos esvoaçantes (tendência forte nas passarelas há quase 2 anos que, aparentemente, não pegou nas ruas) e sobreposições com camisões que, ao sobressaírem por baixo do casaco, assemelhavam-se a saias. Interessante, porém nada comercial: muita coisa será retrabalhada quando chegar às lojas.


Preto, coturnos em estilo industrial, jeans e inspirações no grunge marcaram a coleção de Nicholas K, que aliás me lembrou bastante os desfiles de inverno da Ellus e do Herchcovitch, no ano passado, com macacões e conjuntos em denim acinzentados. Ou seja, pelo visto, esses looks "total jeans" + jardineiras parecem vir com força total nas próximas estações mais frias.


Por último, a mostra da Rag&Bone: a mais elegante em minha opinião e, por isso mesmo, a menos ousada. Mas, convenhamos, os homens não gostam muito de ousar ao se vestir, preferem o tradicional. Portanto, a Rag&Bone não apenas fez um desfile chique, praticamente todo baseado numa cartela de tons de cinza, preto e branco, com um pouco de cáqui, mas também colocou na passarela meu look favorito da NYFW (veja na montagem abaixo qual foi).

Ponto pra marca, uma das melhores made in USA, junto à Gant, do talentoso Michael Bastian!


E que pelamordedeus o verão acabe logo, que todas as frentes frias do universo venham pra cá para que possamos ao menos admirar esses looks acima sem derreter, rs.

Fotos: reprodução

2 comentários:

  1. o que eu faço pra ter um rosto fino e cadavérico como os desses caras ? o.o'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hehehe
      Acho que o jeito é ficar sem comer e tomar energizantes p/ ficar acordado
      XD

      Excluir